terça-feira, 27 de outubro de 2009

É tão fácil


Certa vez
Não é como penso
É diferente as vezes
Engraçado até
Uma poesia de poucas palavras e sem rima
Sem prosódia
Sem música
As vezes a vida é só uma janela com uma paisagem bonita que você venera
Paro ali
Naquela estação
Vem e vão pessoas
Uma delas lhe chama atenção
Sempre tem uma
Você fixa o olhar
Penetra
Tenta desvendar
Sorri e o escambau
Pisca, parece estar até com um cisco
Ufa! Consegue falar um oi.
Dali nada acontece
Nada.
Como numa pintura do Dalí.
A pessoa vira
Incrivelmente você nem se curva
Nem se importa tanto
É interessante
Jocosamente foi tão fácil ter mais uma história.

Um comentário:

Thiara Pagani disse...

É um bom sinal, ainda existir uma paisagem pra venerar pela janela.